Menu de Opções

15º edição do Café, Cachaça e Chorinho vem para agitar Mendes


/Uploads/Images/ccc_2018.png

No caminho das trilhas sonora, acordes e melodias de samba e choro. Para os apreciadores, uma boa xícara de café ou aquela dose cachaça. Ninguém quer perder o melhor da boa música popular brasileira, as apresentações acontecem de sexta à segunda.

Em sua 15ª edição, o já tradicional evento, versão 2018 vai agitar os moradores de Mendes, além dos muitos visitantes, reafirmando a tradição da cidade de realizar a programação mais caprichada do evento em toda a região Sul-Fluminense. O festival é organizado pela Prefeitura Municipal de Mendes através da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer e com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

O evento conta com quatro dias de duração e será iniciado na sexta-feira, 20 de abril, com apresentação de Joyce Cândido acompanhada pelo Grupo Passagem de Nível às 21:00 horas. No sábado, dia 21, será a vez de Monarco da Portela se apresentar na cidade, também às 21:00 horas. No domingo, dia 22 de abril, teremos o Grupo Passagem de Nível se apresentando as 11:00 horas no já tradicional Samba e Choro na Praça além de Didú Nogueira, mais tarde, às 21:00 horas. Na segunda-feira, dia 23 de abril, encerram-se as festividades em grande estilo, com as apresentações do Grupo Passagem de Nível, acompanhando Dominguinhos do Estácio às 11:00 horas e o Grupo Tom Carioca, às 14:00 horas.

/Uploads/Images/foto_2017_domingo_020.png

Considerado uma das primeiras manifestações musicais urbanas populares do Brasil, o Choro (ou Chorinho) nasceu no século XIX a partir da mistura de uma cultura instrumental europeia com as práticas rítmicas trazidas da África pelos escravos. O gênero é considerado patrimônio cultural do Estado do Rio de Janeiro e já tem um processo aberto no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para que seja considerado num futuro próximo também um patrimônio cultural imaterial brasileiro, assim como o Samba. Seu expoente maior é Alfredo da Rocha Vianna Filho, o mestre Pixinguinha, um dos maiores compositores e instrumentistas do Brasil.

Mendes cultiva a mais de uma década um projeto denominado “Choro e Samba na Praça”. O evento ocorre incansavelmente todos os domingos, fazendo chuva ou sol, a partir das 11:00 horas, na Praça Dr. João Neri e apresenta rotineiramente nomes admiráveis do Choro e do Samba.

foto_2017_sexta_001_copy.jpg

 

Para aqueles que quiserem conferir pode chegar! O projeto é aberto ao público que pode participar seja, cantando ou dançando. O Choro e Samba na Praça é um ambiente popular. O repertório apresentado pelo Grupo anfitrião Passagem de Nível é extraordinário e varia desde Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga até Afonso Machado, Cartola, Guinga, Hermeto Pascoal, Gonzaguinha, Délcio Carvalho e outros.

O Café, Cachaça e Chorinho transforma a região em uma grande festa, e Mendes mais uma vez, não fica de fora.

O festival movimenta diversos municípios da região e recria para os turistas a época do Ciclo do Café, durante o século XIX.


Programação:

20 de Abril - Sexta-Feira
21h. Joyce Cândido e Grupo Passagem de Nível.

21 de Abril - Sábado
21h. Monarco da Portela e Grupo Passagem de Nível.

22 de Abril – Domingo
11h. Grupo Passagem de Nível
21h. Didu Nogueira e Choro Quarteto. 

23 de Abril – Segunda-Feira
11h. Dominguinhos do Estácio e Grupo Passagem de Nível
14h. Grupo Tom Carioca

Assessoria de Imprensa 

Compartilhe nas Redes Sociais

(24) 2465-0661 - 2465-1678
Prefeitura Municipal de Mendes - Rua Professor Paulo Sérgio Nader Pereira 250, Centro - Mendes / RJ - CEP 26700-000.
Back-end Desenvolvido por Victor S. Baldez - Front-end Desenvolvido por Diogo Henrique Luz